SEMMAM promove ações conjunta com IEMA acerca da proteção da área de restinga no balneário de Praia Grande (18/12/2018)

A Prefeitura Municipal de Fundão por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, Infraestrutura e Meio Ambiente (SESIM) em parceria com o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IEMA ), vem informar a população em geral  que será iniciada a partir do dia 26 de dezembro a 1ª etapa que terá como ação, o cercamento da restinga na orla de Praia Grande. 

A realização desta ação é de extrema importância tanto para o ordenamento da orla do Balneário, quanto para a segurança frente às ressacas do mar. A vegetação de restinga tem o importantíssimo papel de fixar areia e dunas, impedindo assim a erosão de nossas praias. 

A parceria do Município com o IEMA foi formalizada através do Acordo de Cooperação Técnica Nº 002/2018, que contempla os mourões, o sisal e os pregos. O serviço será executado por uma equipe da SESIM e voluntários que queiram colaborar com esta ação.

"A intenção é impedir os abusos que vem sendo registrados neste verão, como estacionamento de carros, pisoteio e até churrascos sobre a vegetação que é de preservação permanente. Para isto serão usados mourões de eucalipto e cordas de sisal. Além de multa, quem for flagrado danificando a restinga será obrigado a reparar o dano, acrescentou o Subsecretário de Meio Ambiente, Renato Armini.

Fiscalização

A preservação da restinga também é tema de uma ação educativa que está sendo intensificada pelo município nos finais de semana durante o verão. O trabalho é desenvolvido pela Subsecretaria do Meio Ambiente de Fundão.

 O que é a restinga?

Elas parecem simples plantas na orla, mas tem funções importantes para o meio ambiente. Além de embelezar as praias, a restinga serve de contenção dos grãos de areia que incomodam moradores e resultam no aumento da demanda de limpeza pública. A vegetação é responsável por manter o nível da água no solo, preservando os nutrientes que flora e fauna deste ambiente precisam; evita a erosão causada pelas chuvas; é refúgio para vida silvestre e é local de parada de aves migratórias. Esses e outros tantos benefícios fazem da restinga um ecossistema que precisa ser preservado.

 “A sabedoria da natureza é tal, que não produz nada de supérfluo ou inútil”. (Nicolau Copérnico)