Fundão realiza o I Campeonato de Xadrez escolar (18/12/2018)

TORNEIO DE XADREZ MOVIMENTA ESCOLA E ESTIMULA RACIOCÍNIO LÓGICO EM ADOLESCENTES

Concentração, movimentos altamente calculados, xeque-mate! Durante a manhã do dia 12 de dezembro, os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental “Eloy Miranda” participaram de um campeonato de xadrez promovido pela parceria entre as secretarias de Educação e escola.

O torneio de xadrez foi a culminância do projeto de Xadrez Escolar, que funcionou como piloto na escola “Eloy Miranda”. O evento teve o intuito de divulgar o projeto que  acontece na escola desde agosto deste ano e incentivar as demais unidades escolar a participarem do mesmo.

A iniciativa do projeto partiu do prefeito da cidade, Pretinho Nunes, que tem interesse em ver o esporte sendo praticado nas escolas, como um apoio pedagógico, por acreditar que o mesmo auxilia no raciocínio lógico e no processo de aprendizagem. Encontrou no professor de Educação Física, Fabrício Coradini, atuante como técnico pedagógico na Secretaria Municipal de Educação de Fundão, o parceiro para dar início ao seu sonho, especialmente, por também ser um sonho íntimo dele.

Assim, Fabrício tornou-se o gestor do projeto e responsável pelo treinamento das equipes de xadrez. Ele acredita que o projeto dá aos alunos, professores e comunidade em geral, a oportunidade de conhecer o xadrez, como uma grande ferramenta pedagógica e esportiva, pois criar estratégias para vencer uma partida de xadrez é um belo exercício intelectual, estimulando o cérebro para múltiplas aprendizagens.

O objetivo do projeto é desenvolver as habilidades e técnicas existentes no jogo, além de favorecer a aprendizagem do trabalho em grupo, propiciando espaço para a prática do jogo de xadrez como “esporte-arte-ciência” de forma orientada e sistematizada. Com a prática do xadrez, os alunos podem melhorar a concentração, imaginação e criatividade.

Ao todo, mais de 150 alunos da EMEF “Eloy Miranda”, do turno matutino, das turmas do 6º ao 9º ano participaram do projeto. Inicialmente foram realizadas oficinas para que os alunos pudessem aprender as regras e a dinâmica do jogo. As oficinas eram realizadas uma vez por semana, onde os alunos, com apoio dos professores regentes, participavam das aulas instrucionais. Estavam todos engajados num mesmo objetivo: o xadrez em sala de aula para melhorar o raciocínio e as notas escolares.

Após alguns meses de treino, aconteceu então, a primeira seletiva, classificatória, de onde saíram os participantes do I Campeonato de Xadrez Escolar. A competição foi dividida em duas categorias, masculina e feminina, com a presença de 45 enxadristas. Teve disputa nas categorias sub 13, masculino e feminino, e sub 17, torneio misto entre meninas e meninos. Foram realizadas cinco rodadas e o critério para a premiação foi a pontuação dos participantes.

Seguem os alunos vencedores:

CATEGORIA SUB 13 MASCULINO

1° João Pedro Zucolloto

2° Gabriel Corrêa Reginaldo

3° Ray Clemente de Carli

 

FEMININO SUB 13

1° Micaely Marchioli

2° Luciene Batista dos Santos

3° Blenda Dias Rosa

 

CATEGORIA SUB 17

1° Júlio Ferreira Rocha

2° Ítalo Zucolotto

3° Paulo Cézar Borges dos Santos

     George Henrique

     Leonardo de Carli

 

A diretora da escola, Cristina Rúdio, desta que o xadrez extrapolou o ganhar e o perder, acreditando que o importante no projeto foi a participação e o envolvimento de todos, além das aprendizagens vivenciadas. “Eles tiveram novas experiências. O torneio ensinou muita coisa que foi além do cotidiano da sala de aula. O campeonato proporcionou uma experiência em um ambiente de competição. Aprenderam a respeitar o momento da outro e a autorregular-se com as partidas jogadas, aprimorando seu próprio jogo. O campeonato serviu como catalisador no processo de aprendizagem de xadrez, de ter melhorado o raciocínio lógico e as notas escolares, além de ter proporcionado o surgimento de novas amizades”, acrescenta Cristina.

Fabrício confidenciou que, "Oferecer este esporte para os alunos de Fundão é um sonho profissional realizado. O xadrez é uma ferramenta educacional de extrema importância nos dias atuais. Vivemos em uma sociedade em que alguns valores estão se perdendo e nossos jovens tomam decisões sem pensar nas consequências. O xadrez contribui diretamente nesses aspectos. Além de proporcionar maior concentração, paciência, melhora na disciplina de matemática, saber lidar com pressão de tempo, resolução de situações difíceis, respeito as regras, entre outros, faz com que o aluno pense a cerca da sua "próxima jogada", ou seja, a próxima decisão que será tomada e o que aquela decisão vai influenciar no seu jogo(vida). Este paralelo entre o jogo e vida, jogadas e atitudes, faz desse jogo uma das principais estratégias para combater os problemas contemporâneos de uma sociedade cada vez mais complexas".

Fabrício ressaltou ainda que, através dessa primeira experiência que está sendo implementado pela SEMED como piloto, com total apoio do prefeito e do Secretário de Educação, outros estudantes também terão tendo a mesma oportunidade. A ideia é levar o esporte até a sala de aula de todas as unidades escolares, como uma ferramenta para estimular o raciocínio lógico e estratégico.

Parabenizamos a todos os alunos que participaram do campeonato e a todos os profissionais envolvidos no evento. Que venham muitos xeque-mate em 2019!


.