FUNDÃO REALIZA SESSÃO SOLENE EM COMEMORAÇÃO AOS DOZE ANOS DA CASA DE PASSAGEM “LAR FELIZ” (07/12/2018)

Na tarde da última quarta-feira, 05 de dezembro, aconteceu na Câmara Municipal de Fundão, a sessão solene em comemoração aos doze anos da casa de passagem “Lar Feliz” e contou com a participação do prefeito Joilson Rocha Nunes (Pretinho), do Exmº promotor de justiça Dr. Egino Gomes Rios, da Tenente Silvana (2º CIA da PM), do presidente da câmara de Fundão, Eleazar Ferreira Lopes e dos vereadores municipais Janilton Almeida de CarliEloizio Tadeu FragaRonaldo Scaqueti e Angela Coutinho. A sessão ainda recebeu a presença do secretário municipal de promoção social e cidadania Flávio Xavier, do secretário de saúde Fernando Gustavo, do secretário de finanças e presidente da Pestalozzi de Fundão, Marcos Pedro de Souza, da equipe do Conselho Tutelar de Fundão, além da presença das crianças e da equipe da casa de passagem na pessoa da coordenadora Débora Rocha Brito, do psicólogo Jorge dos Santos Junior, da assistente social Shirley Oliveira Samora, da nutricionista Ana Carolina do Nascimento, da educadora social Valniza Borges Pêgo, das agentes de suporte operacional Rosa Mª ClementeZenilda Cadete P. Santiago Lucinéa Silva Perini.

A Solenidade em comemoração aos dozes anos da casa de passagem, marcou de forma festiva e gratificante toda trajetória desde o início com dificuldades, até o atual momento de superação e conquistas em prol do bom acolhimento e atendimento a todos os que necessitam do serviço da casa.

“Ao longo dessa caminhada várias contribuições foram essenciais, tais como: parcerias com o Fórum Municipal, o Ministério Público, os Destacamentos de Polícia Militar e Civil, Câmara Municipal, as Secretarias Municipais e o Conselho Tutelar, além das ações voluntárias”, relembra a coordenadora Débora.

Por fim, muitos avanços foram conquistados até aqui, com ampliação da equipe técnica, compra de móveis, maior interação com as políticas públicas de educação e saúde e diálogo mais frequente com o fórum e Ministério Público. Os desafios não se colocam apenas para assistência social, enquanto política responsável pela oferta do serviço de acolhimento no município de fundão, mas para todas as políticas setoriais e sistema de garantias de direitos, desde a prevenção das situações de violação de direitos destas famílias, bem como durante e após o desligamento do serviço.