EM COMEMORAÇÃO AOS 86 ANOS DE FUNDÃO, ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO PARTICIPAM DE AULAS DE VÔO LIVRE E AÇÕES DE REFLORESTAMENTO (09/07/2019)

Na última sexta-feira, 05 de Julho, data que foi comemorado os “86 anos de emancipação política do Município de Fundão”, mais de 200 alunos da 6ª, 7ª e 8ª séries dos turnos matutino e vespertino da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) “Eloy Miranda” tiveram um dia especial de muito aprendizado e conhecimento, que discutiram sobre temas que abordaram a educação ambiental, saneamento básico e tratamento de água. Estiveram presentes no evento o Exmo. Prefeito de Fundão Pretinho Nunes, a Secretária de Educação Mágda Tótola, o Secretário de Esportes, Cultura e Turismo Sandro Küster, os Subsecretários Renato Armini (Meio Ambiente), Daniel de Jesus Fereira (Educação) e Gabriel Fernando (Esportes), o Coordenador de Mobilização do PVE Fabrício Coradini, equipe pedagógica da SEMED e demais estudantes e educadores da rede de ensino municipal.

Os estudantes participaram das ações do Projeto Seme-AR, desenvolvido pela Associação de Voo Livre do Espírito Santo (AVLES), e que visa conscientizar os alunos da rede pública municipal de ensino quanto à importância do convívio sustentável entre o ser humano e o meio ambiente a fim de preservar a qualidade de vida das gerações futuras, além de difundir e aproximar o esporte do voo livre no que refere as suas aplicações práticas das ciências e suas tecnologias.

A integração dos alunos ao tratamento e uso adequado da água e o saneamento básico foi promovida pelo piloto de parapente, diretor da AVLES e técnico de Meio Ambiente e Sistemas de Saneamento, Hugo Rissi, que possui experiência de 10 anos na Companhia Espírito Santense de Saneamento (CESAN). Na ocasião foram abordadas as fases do tratamento de água como captação, floculação, decantação, flotação, filtragem, a dosagem de produtos químicos para o polimento final e segurança biológica sanitária, para que se torne potável e própria para o consumo humano. Toda a estrutura laboratorial foi fornecida pela Cesan para os ensaios práticos de Jar-test e de reações químicas de análises laboratoriais.

Ao final da palestra, os alunos, juntamente com prefeito Pretinho, participaram do plantio de mudas de árvores nativas da Mata Atlântica para o reflorestamento de áreas degradadas, reconstituição de matas ciliares, que margeiam o Rio Fundão. De acordo com Hugo Rissi, mais de 200 mudas foram doadas por voluntários de Vila Valério, dentre elas espécies como ipê-amarelo, ipê-rosa, piabeira, boleira, jatobá, jenipapo, juçara, araçaúna, cajá do mato e acerola. “O principal objetivo do reflorestamento ambiental é a melhoria da qualidade do ar, podendo funcionar também como melhoramento para ilhas de calor, para o lazer e para melhorar o desempenho da bacia hidrográfica do Rio Fundão, evitando a erosão e o assoreamento provocado pela ausência da mata ciliar.

O reflorestamento ambiental é uma ação que tem como objetivo repovoar áreas que tiveram a vegetação removida por força da natureza ou pela ação humana – exploração de madeira, expansão de ambiente para agropecuária, queimadas, entre outros”, aponta Rissi.  Durante as ações do Projeto Seme-AR, os alunos da escola Eloy Miranda assistiram à palestra “Vôo Livre: A ciência e suas tecnologias aplicadas na prática do esporte” apresentada pelo presidente da Federação Capixaba de Voo de Livre (FCVL) e piloto de parapente Marx Chaqman Borges, e pelo diretor da FCVL, piloto e instrutor de asa delta com experiência de 20 anos, Henrique Frasson, que também está à frente da escola de voo livre Asa Delta Capixaba. Na palestra foram abordados conceitos das ciências e suas tecnologias, principalmente temas da Física como aerologia, aerodinâmica, meteorologia, micro clima, e mecânica dos fluídos aplicada ao voo livre.

Ao fim da apresentação, os estudantes tiveram a oportunidade de experienciar o contato com equipamentos de voo, instrumentos eletrônicos de uso obrigatório, parapente e asa delta, com objetivo de aproximar e tornar palpável algo que veem apenas de longe no céu. “O Projeto Seme-AR tem como prioridade incentivar a prática do esporte do voo livre que, além da sua beleza plástica, é um esporte mundialmente difundido e que vem ganhando a cada dia mais adeptos nesta modalidade, impulsionando o consumo de bens e serviços, o turismo de aventura e o agronégocio local. Além de visibilidade, as ações proporcionaram impactos e benefícios sociais, ambientais, econômicos e turísticos para o município de Fundão”, destaca Hugo Rissi.

“Não se pode deixar de levar outros tipos de conhecimentos para os alunos.
Toda aprendizagem, se refere à informações úteis para construção do caráter e da cidadania de todos. As escolas devem abrir suas portas, para entidades como grupos ambientais, organizações não-governamentais, universidades e órgãos públicos, a fim de formar cidadãos qualificados e preparados para o Mundo lá fora” destacou o Prefeito Pretinho.